Maskne: saiba o que é e como evitá-la

Maskne: saiba o que é e como evitá-la

Atualizado em Jun 29, 2022 nenhum comentário CIÊNCIA
Tempo de leitura: 5 minutos

O hábito de usar máscaras de proteção contra a COVID-19 trouxe um novo tipo de acne para os consultórios de dermatologistas. O termo maskne veio da junção da palavra em inglês mask (máscara) com “acne” e surgiu para indicar o aparecimento de cravos e espinhas causado pelo uso prolongado de máscaras. 

Como as máscaras ainda são indispensáveis para nossa proteção, trouxemos dicas sobre como cuidar da pele do rosto para mantê-la saudável e bonita, mesmo usando EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) todos os dias.

O que é maskne?

Maskne não é um fenômeno exatamente novo. As espinhas que aparecem pelo uso constante da máscara entram na categoria de acne mecânica, ou seja, causada por algum objeto que abafa os poros e prejudica a respiração da pele. 

De acordo com o médico pós-graduado em Dermatologia, Dr. Luiz Romancini, isso acontece por causa de um conjunto de fatores – e esse não é o único problema de pele que pode vir do uso desse acessório extremamente necessário. 

“Desde o início da pandemia, casos de acne, rosácea, dermatite atópica e seborreica têm surgido ou se agravado nos pacientes”, observa. Segundo ele, o atrito das máscaras na pele é responsável pelo aumento desses casos.

“A máscara retém mais umidade e mais bactérias, então as pessoas se contaminam, principalmente em volta da boca e do nariz, que são áreas com muitas bactérias”, explica o doutor.

O acúmulo de umidade proveniente da respiração e do suor retidos pela máscara cria um ambiente propício – úmido e quente – para a proliferação de vários microrganismos, inclusive os responsáveis pela piora dos quadros de acne, dermatite seborreica, rosácea, dermatite perioral, entre outros.

Máscaras, as vilãs da acne no rosto?

Se havia falta de EPIs para os profissionais da linha de frente no início da pandemia, hoje, vivemos um cenário bastante diferente, em que a recomendação da OMS é utilizar máscaras PFF2 ou N95 em locais fechados. 

Esse tipo de máscara possui uma estrutura que provoca menos atrito no rosto durante o uso. Aliás, as PFF2 possuem filtros que protegem tanto do coronavírus quanto de outras substâncias maléficas para a pele e a saúde.

Já as máscaras de tecido – especialmente as versões que não são feitas de algodão – causam mais atrito na região da boca, do queixo e do nariz, tornando o ambiente propício para o aparecimento de acne no rosto. Por isso, opte pelas máscaras de algodão com três camadas para sair protegida com a pele saudável. 

Agora que você já sabe o que é maskne, independentemente do material da máscara utilizada, é importante levar sempre uma ou mais máscaras extras na bolsa para trocá-las no intervalo máximo de quatro horas. Isso evita que bactérias e outras sujidades se acumulem tanto no material quanto na sua pele. 

Como evitar maskne?

Apesar de a máscara não ser a única responsável, existem algumas dicas sobre como evitar maskne e manter a pele saudável durante a pandemia. Por isso, é importante não vilanizar as máscaras de proteção.

O doutor Luiz ressalta que existem diversos fatores para maskne. “A própria rotina das pessoas com relação a sono, alimentação e alteração de peso, tudo isso pode ter um impacto negativo na aparência da pele”, elenca.

Além disso, cremes, protetores solares e outros produtos são absorvidos mais rapidamente pela pele quando a máscara é colocada logo após aplicá-los. “Eles penetram no folículo e criam uma predisposição a surgir acne e foliculite ou piorar a rosácea”, esclarece Luiz.

Por isso, hidratantes e filtros solares podem deixar a pele mais oleosa quando são usados sob a máscara. Por conta da oclusão, as substâncias voláteis – aquelas que evaporam após a aplicação e deixam a pele mais sequinha – têm a evaporação prejudicada e demoram mais a secar. 

Para piorar, estamos longe do sol. “O fato de as pessoas estarem andando de máscara na rua faz elas se protegerem do sol, e a gente sabe que a radiação UV – em doses homeopáticas – tem uma ação anti-inflamatória”, pontua o doutor.

Então, como evitar o acúmulo de produtos no rosto?

Para diminuir a oleosidade causada pelas máscaras, é ainda mais importante manter uma boa higienização do rosto com os produtos corretos para seu tipo de pele. Investir em uma rotina diária de higienização do rosto é a chave para tirar espinhas e cravos do rosto e evitar maskne.

Em entrevista ao Medscape, a médica canadense Kimberly LeBlanc indica a hidratação da pele após o banho, sempre uma ou duas horas antes de colocar a máscara, para absorver completamente o produto. 

Evite pomadas e cosméticos à base de óleo, derivados do petróleo e outras texturas pesadas. Caso seu dermatologista tenha receitado esses produtos para uso diurno, convém consultá-lo sobre a interação com a máscara.

Que produtos são usados para tratar maskne?

Uma pele equilibrada é o caminho para se livrar de qualquer problema que o uso contínuo de máscaras pode trazer para a pele. Por isso, os Creamys são aliados incríveis no tratamento para maskne

A combinação do Rosinha (ácido mandélico) com o Turquesa (ácido salicílico) pode ser excelente para evitar maskne. Vale lembrar que o rosinha ajuda a tratar e prevenir todos os tipos de acne, enquanto controla a oleosidade sem ressecar a pele, atuando ainda no clareamento de manchas escuras.

Já a nossa solução de Ácido Salicílico, além de regular a oleosidade, contém ingredientes preciosos para essa situação. O xilitol ajuda a reduzir a irritação e o complexo pré e pós-biótico reforça a defesa natural da pele.

Mantenha sua pele livre da maskne com os produtos Creamy!

Após saber um pouco mais sobre maskne, acesse nosso catálogo, escolha os produtos específicos para o seu tipo de pele e arrase mesmo com o rosto coberto pela máscara. Venha conferir!

* Artigo original de Jess Carvalho, atualizado por Carolinne Moraes

(Visited 9.395 times, 1 visits today)

compartilhe esse conteúdo:

Creamy

comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © Creamy 2022. Todos os direitos reservados. Todas as marcas e suas imagens são de propriedade de seus respectivos donos. É vedada a reprodução, total ou parcial, de qualquer conteúdo sem expressa autorização.
#