Como manter a elasticidade da pele? Entenda essa característica do nosso corpo!

Como manter a elasticidade da pele? Entenda essa característica do nosso corpo!

Atualizado em Mar 21, 2022 2 comentários CIÊNCIA
Tempo de leitura: 4 minutos

Conforme o tempo vai passando, diversas mudanças acontecem em nosso corpo. Uma delas é a perda de elasticidade da pele, que pode incomodar algumas pessoas e até mesmo gerar alguns problemas de autoestima. A boa notícia é que, mesmo que não dê para reverter o relógio, existem cuidados que podemos tomar.

É fato que não existe receita milagrosa e capaz de manter nossa pele jovial para sempre, mas isso não é um problema! As rugas são naturais do ser humano e não representam nenhum mal à saúde. Mesmo em peles com bastante elasticidade, elas podem aparecer por diversos fatores. 

Movimentos musculares repetitivos, costumes noturnos e até mesmo fatores genéticos entram em cena. Pensando nisso, a Creamy preparou um conteúdo para ensinar alguns cuidados essenciais para a sua saúde cutânea, que também ajudam com a firmeza da pele. Confira a seguir!

Os protagonistas: colágeno e elastina

A pele é o maior órgão do corpo humano e, para ela cumprir a função protetora e se manter saudável, existe uma série de processos. Entre eles, estão a produção de colágeno e elastina, duas proteínas naturais, responsáveis pela elasticidade da pele. 

Basicamente, o colágeno é a proteína mais abundante em nosso organismo e oferece sustentação à pele. Isso porque ele é pouco flexível, formando as fibras colágenas nos tecidos conjuntivos densos.

Por outro lado, temos a elastina, outra proteína muito importante para nossa pele. Ela forma as fibras elásticas que, como o nome sugere, têm a capacidade de se esticar e voltar à forma original com facilidade. Ela é extremamente resistente e, assim como o colágeno, insolúvel na água.

Agora que você já conhece essas duas proteínas, basta juntar as características delas: sustentação, força, resistência e elasticidade. Assim, cria-se uma pele elástica e firme ao mesmo tempo ou, como é conhecida na dermatologia, viscoelástica.

Os vilões: tempo e radicais livres

Como bem sabemos, as maravilhas de ter uma alta elasticidade na pele do rosto e do corpo não duram para sempre. Existem dois motivos principais para isso acontecer: o tempo e os radicais livres.

mulher jovem com muita elasticidade na pele.

Isso porque, conforme o tempo passa e ficamos mais velhos, alguns processos do nosso corpo deixam de funcionar da mesma maneira. Nossa produção de colágeno, por exemplo, passa a diminuir a partir dos 25 anos. 

A passagem do tempo também afeta a elastina, que vai perdendo a capacidade de esticar e voltar, tornando-se mais rígida. No entanto, o relógio não é o único vilão dessa história: os radicais livres são moléculas de alto poder reativo, formadas pelo nosso próprio organismo.

Em moderação, eles têm a função de combater uma série de agentes externos que fazem mal à nossa saúde. No entanto, conforme somos expostos a mais elementos nocivos (como poluição, álcool, radiação UV, etc.), a produção de radicais livres começa a se desequilibrar.

Quando isso acontece, nosso corpo não consegue mais controlar essas moléculas de maneira satisfatória. A partir daí, elas começam a atacar algumas células saudáveis de nosso organismo, incluindo aquelas que produzem colágeno e elastina, essenciais para a elasticidade da pele.

Nossos superpoderes: bons hábitos e skincare

Mesmo com todos esses fatores naturais e incontroláveis em jogo, existem caminhos para melhorar a elasticidade da pele. O principal cuidado que você pode ter, para influenciar não só a elasticidade, mas também a saúde geral da sua pele e do seu corpo, é manter uma rotina saudável.

A saúde da pele está diretamente ligada à nossa rotina, àquilo que consumimos e à nossa saúde mental. Por isso, crie uma dieta saudável e sem exageros, durma bem, tome sol nos momentos adequados e faça atividades físicas.

O segundo passo, tão importante quanto o que mencionamos anteriormente, é criar uma rotina de cuidados com a pele desde cedo. Se você é jovem, comece com o básico: limpeza, hidratação e proteção solar. Conforme sua pele for se transformando, adicione produtos de acordo com a necessidade que ela apresenta.

Se você já tem certa idade e está procurando formas de aumentar a elasticidade da pele, consulte um dermatologista para lhe ajudar! O profissional pode fazer os exames necessários e determinar quais produtos adicionar na sua rotina de cuidados.

Alguns ingredientes que são normalmente encontrados em cosméticos para combater a flacidez cutânea são: o próprio colágeno, retinol, ácido hialurônico, peptídeos e antioxidantes. Vale lembrar que esses ativos podem ajudar, mas a diminuição da elasticidade da pele é natural e inevitável.

Obtenha os melhores cuidados com a pele aqui na Creamy!

Como você pode perceber, os cuidados com a pele devem começar desde cedo para mantê-la saudável e viçosa por bastante tempo! Por isso, conte com os produtos Creamy para começar a sua revolução skincare e cuidar de cada necessidade da sua pele!

elasticidade da pele
(Visited 272 times, 1 visits today)

compartilhe esse conteúdo:

Creamy

comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2 Comentários

Denise Cabral de Menezes 11/04/2022

Boa tarde !
Por favor já tenho 60 anos e minha pele está seca e começando umas linhas de expressão e gostaria de saber qual é o creme exato para minha pele ?
Obrigada

Carolinne Moraes 11/05/2022

Oi, Denise! 🥰
Recomendamos a dupla Retinol e vitamina C para cuidar da sua pele madura. O Retinol é de uso noturno, enquanto a vitamina c pode ser usada tanto pela manhã (antes do protetor solar) quanto à noite. Outro Creamy que pode te ajudar bastante é o hidratante Calming Cream. Conte sempre com a gente!

Copyright © Creamy 2022. Todos os direitos reservados. Todas as marcas e suas imagens são de propriedade de seus respectivos donos. É vedada a reprodução, total ou parcial, de qualquer conteúdo sem expressa autorização.
#