Saiba como evitar e tratar a foliculite na barba

Saiba como evitar e tratar a foliculite na barba

07/05/2021 nenhum comentário DICAS E TUTORIAIS
Tempo de leitura: 3 minutos

A foliculite incomoda muita gente, especialmente os barbudos, que costumam sofrer com o problema no rosto ou pescoço, após se barbear. Bolinhas vermelhas, vermelhidão e coceira são alguns dos sintomas desagradáveis.

Quer saber como evitar e tratar a foliculite na barba? Está no lugar certo! Luiz Romancini, médico especialista em dermatologia, dá algumas dicas que vão te ajudar a manter a pele bonita e saudável. 

Foliculite na barba: o que é e como surge

A Sociedade Brasileira de Dermatologia define a foliculite como uma infecção de pele. O Dr. Luiz explica: “Isso ocorre quando o folículo piloso é obstruído ou colonizado por bactérias. Dessa maneira, causa uma inflamação caracterizada por incômodas pápulas e pústulas nas regiões afetadas”.

Existem dois quadros distintos de foliculite na barba. “Em muitos casos, o que acontece é uma reação de corpo estranho a pelos encravados, sem infecção bacteriana. Esse quadro é chamado de pseudofoliculite. Quando ocorre a infecção do folículo por algum microorganismo, temos a foliculite propriamente dita, mais dolorosa e com pontos de pus”.  

A reação é desencadeada por diversas situações, mas grande parte delas está relacionada à maneira de retirar ou aparar os pelos. A foliculite pode acometer ainda quem tem a barba grande, provocada pela dificuldade de higienização ou uso de produtos inadequados, por exemplo.  

Dicas para prevenir a foliculite na barba

O médico Luiz afirma que com alguns cuidados básicos e mudanças de hábitos é possível evitar o surgimento da foliculite na barba. Manter a pele limpa, seca e livre de escoriações ou irritações pode auxiliar na prevenção. Confira outras dicas do especialista: 

foliculite pós-barba
  • Evite lavagens antissépticas constantes, pois deixam a pele ressecada e eliminam as bactérias protetoras;
  • Mantenha a pele hidratada, especialmente nas regiões afetadas. A melhor opção é utilizar um hidratante facial com ativos calmantes;
  • Tenha cuidado ao fazer a barba! Use gel de barbear, espuma ou sabão para lubrificar as lâminas e evitar cortes;
  • Passe a lâmina no sentido de crescimento dos pelos e o mínimo de vezes possível;
  • Use a mesma lâmina no máximo de 3 a 5 vezes;
  • Dê preferência em fazer a barba após o banho. A água morna abre os poros do rosto, facilitando o processo. Mas, atenção: não esqueça de secar bem a barba. Banhos muito quentes não são recomendados;
  • Utilize um pós-barba;
  • Opte por produtos de confiança e dispense tratamentos caseiros;
  • No caso da pseudofoliculite da barba, recomenda-se o uso de um barbeador elétrico ao invés de lâmina.

Os AHAs ajudam a prevenir a foliculite

Sim, os famosos ácidos de tratamento da Creamy são ótimos aliados dos barbudos que querem ficar bem longe das bolinhas vermelhas! “O uso regular de AHAs (alfa-hidroxiácidos) regula a queratinização da pele, impedindo a obstrução do folículo piloso, que é o evento inicial causador da foliculite. Além disso, os AHAs podem ter um papel benéfico no equilíbrio da flora bacteriana da pele, evitando assim a infecção do folículo por bactérias oportunistas”, destaca Luiz. 

Os AHAs – Mandélico, Glicólico e Lático – e a niacinamida ajudam a reduzir a inflamação dos pelos. Eles também melhoram a hiperpigmentação pós-inflamatória, minimizando possíveis manchas na pele. O uso é benéfico e recomendado, entretanto o profissional alerta que os ácidos não devem ser utilizados logo após o barbear, nem sobre a pele lesada ou sensibilizada. “Nessas condições, é provável que causem irritação, piorando o quadro”. 

Tratamento da foliculite pós-barba

Não existe cura para a foliculite na barba, mas existe tratamento! Na maioria dos casos, o problema desaparece com o passar dos dias. Mas se isso não acontecer, o ideal é procurar um especialista para indicar a melhor maneira de tratar a infecção, que varia de acordo com a intensidade dos sintomas. O primeiro passo é descobrir se é uma pseudofoliculite, foliculite superficial ou profunda. 

De maneira geral, uma forma rápida e eficaz de combater a foliculite crônica na barba é optar pela depilação a laser, capaz de eliminar os folículos pilosos desde a raiz, evitando as inflamações. 

Se você notar o aparecimento de manchas e/ou cicatrizes, procure imediatamente um dermatologista.

(Visited 2.332 times, 1 visits today)

compartilhe esse conteúdo:

Carolinne Moraes

Jornalista focada em comunicação digital, curitibana e mãe de gatos. Adepta ao estilo de vida Creamy: somente o essencial.

comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © Creamy 2021. Todos os direitos reservados. Todas as marcas e suas imagens são de propriedade de seus respectivos donos. É vedada a reprodução, total ou parcial, de qualquer conteúdo sem expressa autorização.
#