Produtos veganos: entenda como você pode fazer a diferença por meio do skincare

Produtos veganos: entenda como você pode fazer a diferença por meio do skincare

Atualizado em Feb 24, 2022 nenhum comentário CIÊNCIA
Tempo de leitura: 5 minutos

Provavelmente, você já ouviu falar sobre produtos veganos. Segundo dados do IBOPE, de 2012 a 2018, houve um crescimento de 75% da população vegetariana no Brasil, o que inclui pessoas que seguem o estilo de vida vegano.

Esse aumento gerou uma movimentação em diversos setores mercadológicos, a fim de se enquadrar melhor nos valores que estão em ascensão no momento. Então, quais são as reais mudanças que as empresas estão fazendo para criar produtos veganos? Será que eles são tão eficazes e seguros quanto os demais?

Para tirar todas as dúvidas em relação a esse tema, a Creamy preparou um conteúdo completo a respeito dos produtos de beleza veganos. Assim, você não só entende a logística por trás da fabricação deles, mas também descobre como eles colaboram com nosso meio ambiente.

O que é o veganismo?

O veganismo é um estilo de vida centrado na ideia de proteção aos animais. Dessa maneira, as pessoas adeptas dessa filosofia não consomem nem apoiam nenhuma forma de consumo desnecessária de produtos e atividades ligadas à exploração animal.

O movimento foi criado em 1944, com a fundação da The Vegan Society pelo ativista inglês Donald Watson. Ele nasceu como uma extensão do vegetarianismo e começou a ganhar força por volta dos anos 1970, quando ideais de proteção dos animais começaram a ter mais atenção da sociedade.

Enquanto o vegetarianismo é um regime alimentar que exclui produtos de origem animal da dieta de quem o segue, o veganismo é uma filosofia. Dessa maneira, veganos não utilizam qualquer produto de origem animal, desde alimentos até vestuário.

A luta vegana

Apesar de serem diferentes, tanto o vegetarianismo quanto o veganismo se encontram em diversos pontos, especialmente na proteção ao direito dos animais. Assim, ativistas e adeptos desses ideais acreditam que a humanidade já deixou de ser dependente de produtos de origem animal.

Conforme mais e mais pessoas começaram a abraçar esse estilo de vida, os holofotes de diversas organizações se voltaram para o tema. Com isso, políticos, empresas, ONGs e outros tipos de organização passaram a se movimentar para responder essa população.

Por isso, com o trabalho do ativismo vegano, começaram a surgir leis que protegem animais, métodos de criação mais livres e marcas veganas. Ainda há um longo caminho a ser percorrido: até hoje existem denúncias de crueldade contra animais em prol do benefício humano.

O aumento do número de adeptos, contudo, provou e continua provando que é possível criar a mudança. A criação de regulamentações, selos e outros diversos métodos de comprovação cruelty-free só continua a crescer e ter mais importância no universo mercadológico.

A indústria cosmética e a crueldade animal

Com a ascensão da pauta vegana, toda a sociedade passou a dar atenção à indústria cosmética. Isso porque, com o vegetarianismo, muitas marcas se movimentaram para criar alternativas para alimentação, como a carne de soja, por exemplo. 

Por outro lado, essa evolução não era vista ao mesmo passo no mercado de roupas, acessórios e, principalmente, cosméticos. Diversos ingredientes, métodos de produção e especialmente testes dependiam de animais para um cosmético chegar às prateleiras.

No entanto, isso deixou de ser uma necessidade há muito tempo. Hoje em dia, existem diversas tecnologias que nos permitem criar ingredientes sinteticamente, além de contar com extratos vegetais que proporcionam diversos benefícios.

Além disso, a toxicologia atual permite que utilizemos outros químicos, tecidos in-vitro e até ovos galados para testes de segurança com as fórmulas de cosméticos. É isso que explica o artigo “É possível evitar testes em animais”, publicado no Jornal UFG em 2018.

Como ter acesso a cosméticos veganos?

Apesar de se identificarem com os ideais veganos, é muito comum que as pessoas nunca deem atenção ao tema por não saberem por onde começar. De fato, por vezes, temos que fazer algumas mudanças na nossa rotina para acrescentar produtos veganos nela.

todos os produtos da creamy são veganos.

Os cosméticos veganos, por exemplo, podem ser um desafio. Isso porque, muitas vezes, acreditamos que existe uma quantidade muito pequena deles, já que não encontramos o selo de não crueldade animal com tanta frequência. 

Isso é porque esses selos não são obrigatórios e são emitidos por diversas sociedades veganas. Dessa maneira, uma empresa pode optar ou não por utilizar um desses selos e, até mesmo, criar o próprio. Por sorte, existem outras maneiras de descobrir se um produto é vegano ou não!

Transparência da marca

Um dos pontos mais importantes na hora de adquirir produtos veganos para a pele é investigar a transparência da marca. Isso diz respeito ao método de fabricação, às matérias-primas utilizadas e como elas são extraídas, à composição dos produtos, etc.

Lista de ingredientes

Outro método para descobrir produtos cosméticos veganos é ler a lista de ingredientes que compõem a fórmula deles. Se você encontrar apenas ativos de origem mineral e vegetal ou sintetizados em laboratório, esse é um produto livre de crueldade animal.

Depoimentos

Atualmente, muitos ativistas veganos estão presentes em plataformas on-line. Dessa maneira, eles conseguem investigar marcas e produtos para informar os seguidores a respeito da ideologia da marca em questão. Por isso, essa é uma ótima maneira de descobrir se uma marca é vegana ou não. 

Produtos veganos estão na Creamy!

Você sabia que todos os produtos da Creamy são veganos e cruelty-free? Pois é! Com a gente, você conta com fórmulas inteligentes que não têm origem nem testes em animais. Confira nosso catálogo e aproveite!

REFERÊNCIAS

MAGALHÃES, M. P., & OLIVEIRA, J. C. de. Veganismo: aspectos históricos. 2019.

RIBEIRO, Ursula Leite. A Ascensão Do Consumo Ético de Produtos Vegetarianos e Veganos no Mercado Brasileiro. 2019.

SVB – Sociedade Vegetariana Brasileira

The Vegan Society

É possível evitar testes em animais. 2018.

(Visited 448 times, 2 visits today)

compartilhe esse conteúdo:

Creamy

comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © Creamy 2022. Todos os direitos reservados. Todas as marcas e suas imagens são de propriedade de seus respectivos donos. É vedada a reprodução, total ou parcial, de qualquer conteúdo sem expressa autorização.
#