Veja como usar ácido glicólico e quais são os benefícios

Veja como usar ácido glicólico e quais são os benefícios

31/08/2021 nenhum comentário ATIVOS
Tempo de leitura: 5 minutos

Cuidar da pele é um hábito do qual não dá para abrir mão. Por isso, saber como usar ácido glicólico, por exemplo, é um passo bem importante. Isso porque o AHA é um produto com múltiplas funções, prevenindo sinais de envelhecimento, como rugas, manchas, linhas de expressão, entre outros.

O ácido glicólico é um dos produtos mais procurados pelos adeptos de skincare. Ele promove a renovação cutânea por descamação (que pode ser perceptível ou não), além de estimular o colágeno e clarear a pele. 

Ou seja, são muitos benefícios! Então que tal saber mais sobre como usar ácido glicólico? Continue com a gente!

Como o ácido glicólico age na pele?

O produto tem a função de descamação que ajuda a renovar a pele. Assim, ela fica mais fina, com menos cicatrizes e manchas. Além disso, colabora para o controle da oleosidade, o que ajuda a amenizar outros problemas, como explica o médico pós-graduado em dermatologia, Luiz Romancini.

“Esse é o AHA (alfa-hidroxiácido) de menor molécula, com maior poder e rapidez de penetração. Ele tem um efeito de esfoliação química potente, além de ajudar a reter a água nas camadas profundas da pele, atuando também na hidratação”, explica.

“O ácido glicólico acelera o processo de renovação celular, ajudando a uniformizar o tom e melhorar manchas solares, de acne ou melasma”, diz o especialista. Ele completa informando que o ácido é “um aliado da pele acneica, pois acelera a regeneração, melhora mais rápido as lesões e regula a oleosidade”. 

Além disso, a presença do ácido glicólico na fórmula ajuda na penetração de outros ativos mais facilmente.

como usar ácido glicólico

Veja como usar ácido glicólico no rosto

O uso desse AHA pode ser uma alternativa para quem quer potencializar os cuidados com a pele. Mas como usar usar ácido glicólico no rosto? Essa é mais uma questão que o Dr. Luiz Romancini explicou detalhadamente. 

“Por ter uma alta concentração de ácido, o produto deve ser usado apenas à noite. No início, a regra de ouro é iniciar o uso em noites alternadas, aumentando a frequência conforme tolerância”, recomenda o especialista.

Outra recomendação do médico é com relação à preparação para o uso do AHA. “Aplique na pele hidratada, para ajudar a prevenir sintomas de ressecamento, vermelhidão ou ardência. Eles são comuns nas primeiras vezes em que o ácido for utilizado”, conta.

O Creamy Calming Cream é o hidratante perfeito para usar junto com ácidos. Veja o porque:

  • o Calming Cream condiciona a pele restaurando sua hidratação natural, evitando a absorção excessiva dos hidroxiácidos;
  • os ingredientes calmantes previnem e melhoram a sensação de ardência e coceira, melhorando a tolerância da pele;
  • o extrato das algas vermelhas Hypnea e Sargassum (HYPSKIN®) formam um mecanismo de liberação gradual do ácido, que evita sua liberação imediata fazendo que tenha ação prolongada, evitando assim, a irritação.

Passo a passo para o uso do ácido glicólico

Como citado, para saber como usar ácido glicólico, é importante lembrar de aplicá-lo apenas à noite. Siga essa rotina de cuidados:

  1.  Lave o rosto com um gel ou sabão apropriado para o seu tipo de pele;
  2. Na sequência, aplique um hidratante para deixar o rosto protegido; O Creamy Calming Cream é o hidratante perfeito para ser usado antes do ácido;
  3. Em seguida, com o rosto bem sequinho, passe o ácido glicólico, priorizando as regiões que precisam de mais atenção, com manchas e marcas de expressão. Evite o contorno dos olhos, do nariz e da boca.

Como o ácido é encontrado no mercado?

É possível achar o ácido glicólico manipulado em concentrações variáveis. Ele também é utilizado em peelings, com um pH mais baixo. No entanto, esse uso é profissional. 

A concentração considerada segura para uso em cosméticos é de até 10% na forma livre do ácido, sendo o pH maior ou igual a 3,5. Formulações que fogem dessa regra são exclusivas de uso profissional. 

Por isso, é sempre interessante ficar atento a essa concentração e a recomendação do seu médico sobre o que é mais indicado para você. O ideal para o seu dia a dia é encontrar um produto que esteja dentro de padrões seguros. Consulte as especificações do fabricante. 

Também é possível encontrar sabonete com ácido glicólico, cremes, entre outros. O interessante é escolher um produto que se adeque à sua necessidade, seja para prevenção, seja para tratamento.

Quais são os resultados?

Ao começar o uso de um cosmético, nós já pensamos nos resultados, não é mesmo? Contudo, isso sempre vai depender de como está a sua pele. Em rostos com mais inflamações por conta da acne, por exemplo, as melhoras podem demorar um pouco mais. O mesmo vale para manchas, que vão clarear à medida que o ácido entrar na rotina.

A longo prazo, porém, com todas as multifunções que os produtos com ácido glicólico apresentam, os resultados irão aparecer. Assim, com a inclusão desse AHA em sua rotina de skincare, você poderá ter uma pele com uma textura mais lisa, uniforme, com manchas menos aparentes.

Existe contraindicação?

O AHA pode ser usado em qualquer tipo de pele. Porém, é recomendado que pessoas com pele sensível a concentrações elevadas do produto evitem utilizá-lo. Também orienta-se não usar o ativo em locais lesionados, que precisam de tratamentos específicos. Um médico dermatologista saberá indicar para você como usar ácido glicólico da melhor forma.

Continue com a Creamy para saber tudo sobre sua pele!

Aqui, na Creamy, os assuntos e dicas para você se sentir ainda mais linda estão sempre em pauta. Então, agora que você sabe mais sobre como usar ácido glicólico, não deixe de nos acompanhar. Temos sempre dicas e produtos incríveis para você! Aproveite!

(Visited 768 times, 1 visits today)

compartilhe esse conteúdo:

Creamy

comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © Creamy 2021. Todos os direitos reservados. Todas as marcas e suas imagens são de propriedade de seus respectivos donos. É vedada a reprodução, total ou parcial, de qualquer conteúdo sem expressa autorização.
#