Ácido lático: pra que serve, hein?

Oh my Creamy!

A essa altura você já deve ter conferido os nossos lançamentos – entre eles, o nosso mais novo alfa-hidroxiácido queridinho, apelidado carinhosamente de “amarelinho” ou apenas “Creamy Lático”, fique à vontade para escolher.

Viemos falar um pouquinho mais do principal ativo dessa maravilhosidade: o ácido lático.

O que é?

Existe ácido lático naturalmente no corpo humano. Ele está na pele, nos cabelos, nos músculos… Diariamente, produzimos cerca de 120g, mas é possível, sim, produzi-lo de forma sintética, em laboratório. E foi o que fizemos.

O ácido lático faz parte do nosso fator natural de hidratação, que retém a umidade na pele. Isso significa que ele é um hidratante potente, mas não só isso: quando você faz uso tópico desse ativo, ele atua como antimicrobiano, regulador de pH, rejuvenescedor e clareador.

Vejamos item a item.

Antimicrobiano

O ácido lático é muito usado para prolongar a validade dos produtos. Sua ação antimicrobiana não se deve apenas ao baixo pH, mas também resulta de uma influência dos íons lactato no ciclo energético dos microrganismos, diminuindo seu crescimento.

Essa propriedade, além de auxiliar na estabilidade da formulação, é extremamente importante no tratamento de condições associadas à presença de microrganismos, como pode ser o caso da sua acne.

Regulador de pH

O pH da pele se situa numa faixa entre 4 a 6. Esse pH ligeiramente ácido é devido à presença do ácido lático produzido pela pele, e tem a função de protegê-la contra a infecção de fungos e bactérias.

Como é o nosso acidulante natural, ele também é a escolha ideal para o ajuste de pH das formulações de skincare. 

O lático torna possível combinar a ação hidratante e regeneradora de um AHA com a regulação do pH da pele, sem a necessidade de incluir diversos produtos em uma mesma formulação. E você sabe que, pra gente, menos é mais, né?

Hidratante 

Os primeiros testes comprovando essa ação hidratante foram realizados há mais de 20 anos.

Sua ação hidratante e umectante está diretamente relacionada à capacidade de retenção de água do lactato de sódio. 

Esfoliante gentil

É, afinal de contas, um AHA – logo, faz a esfoliação química da pele.

Mas como é produzido naturalmente pelo corpo, é considerado menos agressivo que outros ácidos (como o ácido glicólico, por exemplo), sem perder as propriedades regeneradoras e rejuvenescedoras características dos alfa-hidroxiácidos.

Clareador 

A propriedade clareadora está baseada na capacidade que o ácido lático e os lactatos (em quantidades acima de 5%) possuem de suprimir a formação da tirosinase. 

E, sim, é o caso da nossa fórmula, que conta com 5% de ácido lático e 5% de niacinamida, ativo sobre o qual já falamos aqui no blog

Ufa! E tá baratinho, viu? Pode comemorar.

REFERÊNCIAS

PHARMASPECIAL. Ácido Lático 8%.

MAPRIC. Ácido Lático L(+).

1 Comentário Ácido lático: pra que serve, hein?

  1. Heyd 5 de novembro de 2020 às 10:48

    Como posso fazer o uso dele e do laranjinha associados ao rosinha e azul? Kkkkk
    Amo esses produtos!!!!❤️

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *